Terça-feira, 4 de Janeiro de 2011

Hemoterapia pra acne

Data: 04/01/2011 13:29:00 De: Olivares Rocha (olivares@oi.com.br) O que acho que sei: Já disse Claude Bernard: O micróbio não é nada. O terreno é tudo. Desta frase se entende como terreno, o corpo vivo. Acho que ele disse mais ou menos, que de nada adianta combater as viroses, bactérias etc, se o corpo do paciente não estiver apto a combatê-los. Estamos expostos a milhares de cepas de todo o tipo de micróbios, vírus bactérias, agentes nocivos de toda a espécie. Não há como imunizar-se de tudo. Haja visto a recomendação de restrição de uso de sabonetes e produtos de limpeza que são bactericidas. Matam as bactérias mais fracas e menos nocivas ao homem e deixam terreno para as mais agressivas e nocivas. E ainda as forçam a se tornarem mais resistentes. Por outra, a restrição de venda de antibióticos além de ser inócua, pois consumimos antibióticos nas carnes, saturadas de remédios e hormônios dos animais criados em cativeiro, dificulta ainda mais os que não podem se valer de um plano de saúde privado e que estão abandonados pelo serviço público, mas que são massacrados com propagandas dos mais variados remédios (não vistos em países mais sérios). Então, diante destes preâmbulos, podemos entender que, se elevarmos nosso Sistema Imunológico, este irá nos proteger mais e melhor. O sangue injetado num músculo na AH, não agirá nas glândulas sebáceas. Elas fazem parte, inclusive, das defesas naturais de seu corpo. Não há por que atacá-las. Estas continuarão projetando oleosidade. Mas com mais células de defesa circulando na corrente sanguínea, uma possível infecção neste ponto vulnerável (terreno), encontrará maior resistência contra sua proliferação. Este tratamento não elimina definitivamente espinhas. Ele só tem eficácia enquanto procedido. Interrompido ou suspenso definitivamente, voltará seu S. I. às variações a que o sujeita (má alimentação, má excreção, má hidratação, stress, exposição a agentes nocivos/tóxicos, etc, etc). Então estará preparando o terreno para que este tipo de infecção focal se manifeste. Meu filho faz a Ah como preventivo e controle de espinhas. As tem ainda, mas em muito menor intensidade e quantidade que as de antes da AH. Deve observar, ainda, que a Ah era prioritariamente receitada por médicos, nos primórdios de seu histórico clínico, para controlar e combater doenças dermatológicas. Mensagem: « Anterior Próxima » ⇑ Receber mensagens deste fórum por e-mail
publicado por divagomessa às 21:58
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Carga viral diminuindo HI...

. Portador de HIV testemunh...

. Igreja Universal faz 35 ...

. Estamos vivendo um momen...

. 5º episódio - "A Bactéri...

. Porque a aht não é submet...

. Centro Médico Rush Presby...

. Auto-hemoterapia

. Dr. Jorge Martins Cardo...

. 4º episódio - "NÃO HÁ M...

.arquivos

. Abril 2014

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Novembro 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

.tags

. todas as tags

.favorito

. DEPOIMENTO DO USO DA HEMO...

blogs SAPO

.subscrever feeds